Total de visualizações de página

Pombagira e magia sexual

sábado, 17 de novembro de 2012

10 dicas de sexo oral pra enlouquecer o seu amor

Conteúdo do site SOU MAIS EU!
Arquivo Sou Mais Eu
A personal sex trainer dá dicas infalíveis
para enlouquecer o seu parceiro na cama
Foto: Arquivo Sou Mais Eu
Quando conheci meu namorado, o Alexandre, não contei a ele que sou personal sex trainer. Ou seja, dou aulas sobre técnicas de sedução para mulheres. Preferi esconder essa informação para que ele não criasse expectativas e as coisas fluíssem naturalmente. Eu esperei o relacionamento amadurecer e a gente ter intimidade para, só então, chegar ao estágio do sexo oral. Valeu a pena esperar. Foi incrível ver o prazer estampado na cara dele. Infelizmente, as mulheres são educadas de uma forma que estimula o preconceito em relação ao sexo oral. Mas dou uma dica: tem que experimentar! Entre quatro paredes, o casal tem que se descobrir! E, palavra de professora, para o homem, receber sexo oral é uma necessidade.

Varie no sabor
Se você não tem certeza do estado de saúde do parceiro, use preservativos. Existem modelos com sabor, próprios para o sexo oral. Eles não têm tantos espermicidas, como os tradicionais. Desenvolva técnicas para colocá-los: segure a ponta com a mão e vá desenrolando com a língua. Assim você cria um clima com segurança.

Pode engolir, sim
Não há problemas em engolir o sêmen. Ele é composto só de proteína e açúcar, sem sujeira alguma. E eu garanto: eles vão amar se você for até o final!

Ajude com a mão
Enquanto a boca faz a parte dela, incremente a brincadeira movendo a mão sem parar, com pressão média. Isso mantém a ereção e aumenta o prazer.

Lubrifique
Quanto mais lubrificado, mais fácil e gostoso. A saliva é um lubrificante natural, mas você pode usar géis com sabores para fazer brincadeiras sensuais com a boca.

Abuse da língua
Perceba quais movimentos deixam seu parceiro mais excitado. Alterne lambidas com sucção. Eles também adoram sucção só na glande, enquanto a parceira usa as mãos para dar uma esticada no membro.

Acenda a luz
Homem é um ser visual. Deixe ao menos uma meia-luz e capriche na lingerie. Lembre-se de movimentar o corpo todo de maneira bem sensual. Não deixe os cabelos sobre o rosto e olhe nos olhos dele.

Provoque um choque térmico
Como o pênis em ereção é muito quente, coisas geladas proporcionam uma sensação ótima. As borbulhas do champanhe, por exemplo, provocam arrepios. Gelo é bom, mas pode queimar.

Penetração é outra história
Se jogar leite condensado ou outro alimento no pênis, limpe bem antes da penetração, para não causar irritações na vagina.

Surpreenda
Faça o sexo oral quando ele menos esperar. Se antecipe ao pedido dele, tome a iniciativa. Beije o pescoço, o peito e vá descendo até chegar lá.

Garanta a sua segurança
Não importa se você confia nele ou não, se o ama ou não. O essencial é saber se ele é saudável. Assim como a penetração, o sexo oral também pode transmitir doenças. Por isso, peça um exame médico antes de colocar a boca no parceiro, pois ele pode ter contraído uma doença muito tempo antes e ela nunca ter se manifestado.

Um carinho labial prazeroso
Estávamos na praia quando a Rita fez sexo oral em mim pela primeira vez. Foi muito bom. Não entendo por que algumas mulheres não fazem. É um carinho labial extremamente prazeroso.

ALEXANDRE RANGEL, 38 anos, o namorado da Rita

A melhor posição sexual para atingir orgasmos


Casal se beijando
Aposte nas preliminares e teste muitas posições sexuais sem pressa e encanações
Foto: Getty Images

A campeã do prazer, segundo a sexóloga Maria Lúcia Beraldo, é a posição em que a mulher fica por cima, sobre o parceiro. ''A maioria das mulheres prefere essa posição para gozar porque, durante a penetração, o clitóris é estimulado ao entrar em contato com a região pubiana do homem'', explica.

Porém, vale lembrar que não é uma regra, já que várias posições sexuais facilitam a obtenção do orgasmo e há mulheres com outras preferências.

Mulheres não atingem o orgasmo em todas as posições sexuais

Não se preocupe se o clímax só acontecer em uma posição. De acordo com Maria Lúcia Beraldo, isto é normal. A dica da sexóloga é relaxar e aproveitar o momento. ''A mulher pode brincar em outras posições, sem cobranças, e somente depois partir para a posição que tem mais facilidade em atingir o orgasmo''.

Dicas para atingir o orgasmo

O segredo é ter paciência e conhecer o próprio corpo. ''Procure as posições sexuais em que você possa estimular o seu clitóris com o dedo enquanto ocorre a penetração. Também é possível experimentar posições em que seu parceiro estimule você com alguma parte do corpo dele. Mas faça isso naturalmente, sem cobrança, pois não há nada errado com você'', explica a sexóloga.

Posições sexuais preferidas dos homens

''A maioria dos homens adora ver a mulher de costas, deitada ou de quatro'', ressalta Maria Lúcia Beraldo.

Com conteúdo da revista SOU+EU.

Sexo anal: tire suas dúvidas

Conteúdo do site ANAMARIA
Casal abraçado na cama - Foto: Getty Images
No sexo anal, quanto mais relaxada e excitada estiver a mulher, mais fácil a penetração
Foto: Getty Images
Em qualquer idade, posição social ou econômica, muitas mulheres ainda sentem frio na barriga quando o assunto é sexo anal. Por medo ou preconceito, a maioria desconhece os prazeres dessa modalidade sexual - que é fantasia para 50% das mulheres, porém, praticado por apenas 15%.

Levantamos os principais cuidados a tomar, caso você queira se divertir com o seu parceiro.

9 cuidados para o sexo anal

1. Não precisa doer
Existe sexo anal sem dor. A afirmação é do terapeuta sexual Celso Marzano, do Instituto Brasileiro de Sexologia e Medicina Psicossomática, em São Paulo. ''A dor ocorre quando o casal copia o que vê nos filmes eróticos'', diz. Segundo Marzano, a técnica certa é unir cumplicidade, preliminares, um lugar adequado, posição certa e proteção.

2. Relaxe... e aproveite
Antes de ir ao ponto, o casal deve entrar em acordo sobre a nova prática. Sob os lençóis, as preliminares pedem calma. Quanto mais relaxada e excitada estiver a mulher, mais fácil será a penetração.

3. Lubrifique à vontade
Para uma transa feliz, o ânus precisa estar bem lubrificado. Produtos, só à base de água. ''A saliva ajuda, mas nunca é suficiente'', diz Marzano. Dois cremes úteis: K-Y e AquaGel. Manteiga e óleo de cozinha, não!

4. Use sempre proteção
A camisinha protege o pênis do contato com bactérias ou fezes. Também não vale usar o mesmo preservativo que penetrou na vagina para evitar transmissão de bactérias. Depois da penetração anal, o pênis não deve mais tocar a vagina, pelo risco de provocar infecções.

5. E as hemorróidas?
''Desde que a área atingida seja pequena, tudo bem'', diz Marzano. Detalhe: é bom usar mais lubrificante do que o normal.

6. Sem correr riscos
Antes da hora agá, a mulher deve tentar uma defecação natural. Depois, lavar com água e sabonete. Se quiser uma higiene completa, pode usar o Fleet Enema. ''É uma bisnaga vendida em farmácia para lavagens intestinais. Depois de introduzir o líquido no ânus, a pessoa evacua'', diz Marzano. Use o produto uma hora antes. E, defecação durante o ato, só se houver violência na relação.

7. O segredo é o jeitinho
A posição mais gostosa e segura para a mulher é a de conchinha. O homem se deita de lado, em forma de concha, e a mulher, na frente dele. A posição é ideal para evitar infecções, porque o pênis não encosta na vagina ao ser retirado do ânus.

8. O gozo antes
Se a mulher teve um orgasmo antes da penetração anal, vai estar mais relaxada e pronta para o ato. ''O ânus se dilata com mais facilidade e, com a ajuda do dedo do parceiro ou de um acessório sexual, recebe o pênis com mais facilidade'', diz Marzano.

9. Prazer total O orgasmo pode não ocorrer nas primeiras vezes, mas, com o tempo, a tendência é o prazer aumentar.

Manual do sexo anal

Conteúdo do site Mais Feliz
Sexo anal
Tire suas dúvidas sobre sexo anal e divirta-se
Foto: Getty Images
Um roteiro completo para explicar tudo - mas tudo mesmo! - sobre a prática que, apesar de ser tabu para muitas mulheres, pode ser bastante prazerosa:

Fator Psicológico
Medo. Eis o argumento de boa parte das mulheres para não experimentar o sexo anal. Mas... medo de quê? A não ser que sofra de hemorroidas ou tenha qualquer outro problema na região do ânus, não há mal nenhum. A curiosidade em experimentar já movimenta a vida sexual. "Quando existe desejo, vontade e decisão, não dói", afirma Aretusa Menezes, autora de 10 Mandamentos para a Felicidade Sexual da Mulher (Ed. Jaboticaba).

Treine sozinha
No banho, acaricie a região anal com movimentos circulares e delicados. Quando se sentir familiarizada com o toque, chame o parceiro para debaixo do chuveiro. Beije-o enquanto se alisa. Peça para que ele, sempre de forma gentil, toque seu ânus. Depois, que introduza um dedo, dois... até a hora em que se sentir à vontade para a penetração.

Posições
· Sentada sobre o parceiro: ótima para iniciantes, pois permite que a mulher controle a penetração.

· De lado: facilita o relaxamento e permite ao homem estimular seios e clitóris durante a penetração. IMPORTANTE: Jamais faça anal sem gel, que facilita a penetração. Ele deve ser à base de água e não conter anestésicos (assim, evita de você se machucar sem perceber).

E o parceiro?
Não há sexo anal bem-sucedido  sem um parceiro carinhoso. "Ele deve penetrar devagarinho, parar por alguns segundos e então continuar", ensinam os americanos Dan Andreson e Maggie Berman no livro Dicas de Sexo para Mulheres - Por Um Homem Gay (Ed. Jaboticaba). Se ele for principiante, você pode controlar o vaivém.

Kit obrigatório para praticar
· Camisinha: Comparado à vagina, o ânus tem mais chances de ser infectado por alguma doenças - mesmo sem haver cortes na região. Por isso, use preservativo. Se for fazer sexo vaginal em seguida, use outro. Senão, as bactérias que habitam o ânus vão para lá.

· Lubrificante: O ânus não é elástico nem dispõe de uma lubrificação natural, como acontece na vagina. Portanto, para amenizar o atrito, e evitar que a camisinha se rompa pela fricção, use um lubrificante de gel à base de água, vendido em farmácias.

· Higiene: Há quem recorra à lavagem intestinal para evitar a presença de detritos de fezes na hora H... Mas isso é exagero. "Uma boa higiene durante o banho é suficiente", afirma a proctologista Karen Mallmann, de Porto Alegre (RS).

Sexo anal é a nova virgindade

Conteúdo do site GLOSS
Casal abraçado
Para as iniciantes, a melhor posição para o sexo anal é 'de ladinho'
Foto: Getty Images
A sexóloga Ana Canosa acredita que o sexo anal hoje tem a mesma importância que a virgindade tinha algum tempo atrás. Para ela, assim como no passado as mulheres negociavam sua primeira vez, agora reservam o anal para parceiros confiáveis e para ocasiões especiais. ''Com a liberação sexual, foi o que restou para elas guardarem. É como se as mulheres ainda se preservassem para um príncipe encantado'', admite a especialista.

Quem venceu todas essas barreiras usou de muita intimidade. Segundo a terapeuta sexual Jaqueline Blender, a prática é daquelas que exigem confiança e cumplicidade. ''A maioria dos brasileiros quer. Mas tanto homens quanto mulheres idealizam esse momento como sendo único'', esclarece.

A dentista Renata Mendes só sentiu vontade de explorar o terreno desconhecido cinco anos depois de ter perdido a virgindade. ''Eu não tinha encontrado o cara certo. Não deixava meus exs nem chegarem perto. Sinto-me segura com meu atual namorado e com a nossa relação, que já dura cinco meses. Só não tentamos por falta de oportunidade'', revela.

Guia do sexo anal


Está limpo? É preciso preparar o playground: recomenda-se que a região seja higienizada com água e sabonete como se faz diariamente no banho. Há quem utilize enema, um tubo para introduzir água no reto. Essa técnica não é unanimidade entre os especialistas, já que pode irritar a mucosa, assim como os supositórios.

O que usar?
Gel à base de água. Nada de vaselina, hidratante, manteiga, creme de barbear ou mesmo shampoo. Esses produtos podem causar irritação e estourar a camisinha.

A melhor posição? Para as iniciantes: ''de ladinho''. Facilita a troca de carícias - assim se pode facilmente estimular o clitóris com a mão.

A dor?
O comprimento do pênis geralmente não causa desconforto, pois os esfíncteres musculares relaxam e dilatam. Já quanto ao diâmetro: se for muito grande, pode causar dor. Nesse caso o relaxamento e a dilatação devem ser lentos, cuidadosos e por um tempo maior.

E as doenças? A mucosa anal absorve mais facilmente os agentes causadores das DSTs, já que há a possibilidade de pequenos traumas causados por falta de lubrificação. Ou seja, sem preservativo, nãããooo.

Conheça a principal diferença entre o orgasmo das mulheres e dos homens

Casal feliz
Um orgasmo feminino pode ser tão forte quanto um masculino. Só depende do grau de envolvimento
Foto: Getty Images

Diz a lenda que as mulheres demoram mais para atingir o orgasmo, mas quando ele chega é muito mais potente do que o dos homens. Bem, sentimos lhe informar, mas é mentira.

De acordo com o urologista Paulo de Almeida Rocha, a intensidade de um orgasmo depende do clima de cada transa, do desejo sexual na hora do 'rala e rola' e da química entre o casal. Portanto, não há regras: um orgasmo feminino pode ser mais forte que o masculino e vice-versa.

A única diferença do clímax entre os sexos é que o homem atinge o orgasmo mais rapidamente do que as mulheres - que precisam de mais estímulos para atingir o clímax sexual. ''Por ser externo, o pênis fica mais fácil de ser manipulado e, consequentemente, de levar ao orgasmo,'' explica o especialista.
Conteúdo do site MdeMulher

Pompoarismo: a poderosa ginástica do prazer

Conteúdo do site VIVA!MAIS
Mulher sexy
Treine os exercícios todos os dias
Foto: Dreamstime
Se você nunca ouviu falar em pompoarismo, está na hora de conhecer o assunto. Isso porque a técnica, criada na Índia e aperfeiçoada na Tailândia, pode fazer milagres por seu corpo. Baseada no controle da contração e do relaxamento dos músculos vaginais, tem benefícios físicos, pois protege da flacidez vaginal, causada pelo envelhecimento ou gestações, e previne doenças como incontinência urinária e cólicas.

Além disso, há vantagens beeem interessantes: os movimentos do pompoar transformam a vida sexual do casal! Com a ajuda das especialistas Regina Racco e Lu Riva*, VIVA! montou um passo a passo para você se tornar uma expert erótica!
 

O passo a passo do pompoarismo

''Em 15 dias, é possível perceber resultados e, em oito meses, dominar a técnica'', afirma a professora Regina Racco. Vale reforçar que o desenvolvimento varia de mulher para mulher e de acordo com o treino.

1. Autoconhecimento

Primeiro, você deve conhecer o próprio corpo. Para isso, explore a região genital usando um espelhinho. Comece massageando a vagina com movimentos suaves e amplos. Não há um roteiro específico a seguir: o objetivo é que você se sinta à vontade e tenha total domínio sobre a região. Quando se sentir bem, passe a contrair e a relaxar a vagina, observando os movimentos no espelho.

2. Músculo no alvo

Está com dificuldade para perceber como deve concentrar a força para contrair a vagina? Um exercício fácil pode ajudá-la: ao fazer xixi, interrompa o jato e conte até dez. Descobriu qual é o músculo a ser trabalhado? Então, agora que já sabe, não repita mais o exercício para não afetar o bom funcionamento da bexiga.

3. Contrações

Elas são essenciais para você conseguir fazer o pompoarismo durante o sexo. Rápida e simples: fique de pé e comece as contrações: ''aperte'' fortemente o canal vaginal e, em seguida, relaxe. Repita 30 vezes. Ao final, inspire e expire profundamente. Esse processo aumenta a libido. Lenta e elevatória: a meta é comprimir todo o canal vaginal aos poucos, como se estivesse sugando algo para o interior do órgão. Pense num zíper sendo fechado: essa sucção deve acontecer da mesma maneira. Vá fechando o canal vaginal de baixo para cima. Depois, de cima para baixo. Prefira fazer isso em frente ao espelho para ver o movimento. Repita três vezes. Vale dizer que as experientes conseguem ''fechar'' o canal vaginal como se ele fosse dividido em três partes - e elas têm total controle sobre cada uma delas. É isso que você deve treinar nesse passo.
Casal
Estas atividades podem ser feitas com ou sem acessórios
Foto: Getty Images
4. Exercícios posturais

Estas atividades podem ser feitas com ou sem acessórios. O ideal é exercitar quatro tipos de movimento por dia durante meia hora, e ir revezando ao longo dos dias.

Em pé: encaixe o quadril, separe os pés e coloque as mãos na cintura. Faça a contração rápida do canal vaginal e
mova o quadril para trás e para frente. Relaxe. Repita 15 vezes.

Na cadeira: sente-se, apoie as mãos nas coxas e mantenha os pés paralelos e separados. Contraia a vagina, conte até dez e relaxe. Agora, contraia lentamente, sugando o canal. Repita dez vezes.

Agachada: contraia o canal vaginal sugando aos poucos e, então, relaxe rapidamente, como se estivesse forçando a saída do xixi. Repita de 15 a 20 vezes.

Deitada: deite de costas para o chão, coloque os braços paralelos ao corpo e flexione os joelhos. Eleve o quadril e contraia o canal. Permaneça assim e conte até dez. Desça e relaxe. Repita dez vezes.

Ajoelhada: fique de quatro, mantenha a coluna reta e comprima o canal. Segure a contração, curve as costas e relaxe. Repita de dez a 15 vezes.

Com almofada: deite de barriga para cima, eleve as pernas e flexione os joelhos, deixando a canela paralela ao chão. Com a almofada entre as coxas, contraia a vagina, conte até 20, e relaxe. Repita dez vezes.

5. Exercícios sexuais

Torcer: de quatro, quando o parceiro introduzir o pênis, contraia com força. Leve o quadril para direita, torcendo o pênis. Relaxe. Repita para a esquerda.

Sugar: com ele deitado de lado, encaixe-se sobre o pênis, mas de maneira que forme a letra ''T'', enlaçando-o com as pernas. Faça a contração lenta e elevatória, sugando o membro.

Massagear: posicione-se em cima do moço para que a penetração seja total. Faça a contração lenta e, em seguida,
relaxe todo o canal. Repita quantas vezes quiser. Vocês devem se manter parados enquanto apenas os músculos vaginais trabalham.

Estrangular: quando o parceiro estiver quase ejaculando, contraia o canal vaginal de forma bem rápida e forte, ''segurando'' o pênis pelo tempo que conseguir. Assim, o orgasmo demorará mais tempo e será longo.

Expulsar: vocês dois já chegaram ao orgasmo? Experimente abrir todo o canal com força para ''expelir'' o pênis.

Prender: ''aperte'' o músculo com força para ''prender'' o pênis dentro de você.
 

Os utensílios da técnica


Produtos pompoarismo
1. Bolas tailandesas: leves indicadas para as novatas, fortalecem rapidamente a região vaginal. A força utilizada no exercício deve respeitar a sua capacidade de contração.
2. Colar tailandês: com cinco bolinhas, enfatiza a coordenação para os exercícios. ao introduzi-lo, o canal vaginal se contrai espontaneamente. use-o dez minutos por dia.
3. Bolas Ben-Wa: tem duas ou quatro bolinhas e facilita o movimento de sugar e expulsar o pênis. Recomendado para quem já treina há algum tempo.

15 surpresas sobre o orgasmo

Conteúdo do site VIVA!MAIS
Mulher tira calcinha
O orgasmo clitoriano é mais intenso e rápido. O vaginal, embora menos intenso, dura mais
Foto: Getty Images
1. 70% das mulheres nunca gozaram com parceiros

Eis o resultado de uma pesquisa da Universidade de Chicago (EUA). Então, se ainda não chegou lá, tranquilize-se, pois não está sozinha. "A sexualidade feminina trabalha mais como resposta do que impulso", diz a ginecologista Denise Coimbra. Logo, o primeiro passo é saber o que a excita.

2. Um orgasmo pode gerar descarga elétrica de até 244 mV (milivolts)

Uma baita descarga de energia - a energia de cinco orgasmos acenderia uma lâmpada! - seguida de contrações musculares involuntárias, em especial na genitália. Sem contar o aumento dos batimentos cardíacos, a aceleração da respiração e a intensa sensação de prazer. Assim é o orgasmo, que dura de oito a dez segundos.

3. Orgasmo na cabeça

Para Maria Helena Vilela, diretora do Instituto Kaplan de Sexualidade, clímax é um fenômeno mais psicoemocional que fisiológico. O estímulo ocorre na vagina, mas a sensação se dá no corpo todo. Assim, o que a impede de chegar lá geralmente são questões psicológicas. Os vilões? Ansiedade, medo e falta de concentração.

4. Clitoriano ou vaginal?

O clitoriano é mais intenso e rápido. O vaginal, embora menos intenso, dura mais. Isso porque o clitóris é uma área muito sensível, que responde mais rapidamente ao estímulo. O vaginal, por sua vez, exige estímulo constante e prolongado até a região ficar bem excitada. Fisiologicamente, no entanto, os dois orgasmos são iguais. Ou seja, uma resposta física e psicológica a estímulos eróticos.

5. Sim, mulher demora mais

Para que o homem fique excitado, seu organismo precisa bombear sangue para o pênis. "O corpo da mulher funciona de forma parecida, mas como nosso órgão sexual é mais complexo, precisamos de mais tempo para isso acontecer", explica Maria Helena Vilela. A excitação masculina é linear, cresce e atinge o ápice rapidamente. A da mulher é difusa; por isso, exige mais tempo e concentração.

6. Ela teve 222 orgasmos consecutivos!

A autora da façanha é uma dinamarquesa. Ficou com inveja? Apesar de incomum, orgasmo múltiplo é possível. Afinal, não precisamos de muito tempo para nos recompormos após atingir o clímax. Se o estímulo continuar, podemos gozar de novo. Mas a psicóloga e educadora sexual Laura Muller avisa: só 10% das mulheres nascem com predisposição para orgasmos múltiplos.

7. A ejaculação feminina não é lenda

Não há muitas pesquisas sobre o tema e poucas mulheres conseguem ejacular - mas o fenômeno é real. Nele, a mulher libera, pela uretra, um líquido transparente e sem cheiro. "Para isso é preciso ficar muito excitada por um longo período", explica Maria Helena Vilela. Alguns especialistas assinalam que a ejaculação está ligada ao estímulo no ponto G, localizado cerca de 2 a 3 cm a partir da entrada da vagina.
Casal na cama
No sexo tântrico o homem pode ter orgasmo sem perder a ereção
Foto: Getty Images
8. Cochilo pós-coito é uma necessidade masculina

A mulher pode demorar mais para gozar, mas em minutos está pronta para outra. Já o homem necessita de mais tempo para se excitar novamente após o clímax, pois seu organismo demora mais para se recuperar do gasto energético e da descarga do hormônio endorfina. O fenômeno explica porque, depois da transa, os rapazes costumam sentir sono - é o corpo se recuperando.

9. Ovários e útero não interferem no orgasmo

Mulheres que retiram útero e ovários têm tanta capacidade de chegar lá quanto as outras. "Não há relação com órgãos, apenas com hormônios, que alteram tanto a libido quanto a intensidade do orgasmo", afirma a ginecologista Denise Coimbra.

10. Ahhhh... Que remedinho bom!

Ter um orgasmo queima calorias, favorece o metabolismo, faz bem ao coração, melhora o sono e a função imunológica, alivia cólicas menstruais e reduz o estresse. Efeitos colaterais? Possível dependência!

11. Homens podem ter orgasmo múltiplo  

O orgasmo deles, em geral, vem seguido da ejaculação. Mas clímax é diferente de gozo. Por isso, segundo Maria Helena Vilela, no sexo tântrico (técnica ligada a uma filosofia indiana que trabalha com a energia sexual), os homens podem ter orgasmo sem perder a ereção.

12. Retarda a dor

Durante o orgasmo, o corpo libera uma dose extra de endorfina. "Além da sensação de bem-estar, o hormônio anestesia o corpo", atesta Maria Helena Vilela. Explicada aquela dorzinha que você só sentiu no dia seguinte? Foi a bendita endorfina!

13. A idade influencia

Na maturidade, as mulheres passam a se conhecer melhor, tendo mais facilidade para chegar ao orgasmo. De outra parte, a menopausa desregula os hormônios, prejudicando a libido. A boa notícia? Com o devido acompanhamento médico, a menopausa perde a briga idade x sexo. E quem ganha é você!

14. Garanta o seu!

Há maneiras naturais de prolongar a ereção masculina. "Evite contato direto com o pênis se sentir que o parceiro está muito perto do orgasmo", aconselha a sexóloga Maria Helena Vilela. Diminuir o ritmo até que você esteja quase gozando também é um jeito de retardar a ejaculação. Não deu para ele segurar? Então, peça ao gato que continue estimulando você por meio de carícias.

15. A posição faz toda a diferença...

"A dica número um é escolher a mais confortável", garante Laura Muller. No entanto, algumas favorecem o "ahhh" feminino:

· Deite-se de barriga para baixo e peça para o parceiro penetrá-la por trás.
· Sentada sobre ele, incline-se para trás.
· Deitada de barriga para cima, com uma almofada sob as costas, eleve o quadril e deixe as pernas sobre os ombros do companheiro.

Os 6 grandes mitos sexuais masculinos

Conteúdo do site SOU MAIS EU!
Sou Mais Eu
Homens também conseguem fingir orgamos e, assim como as mulheres, às vezes não estão dispostos para o sexo
Foto: Getty Images
1. homens não conseguem fingir orgasmo
Mito. Quando cansados ou sem vontade, dizem “vou gozar” e simulam o prazer. Como não há ejaculação (nem esperma), tratam de jogar a camisinha fora bem rápido para a parceira não vê-la vazia.

2. homens preferem sexo oral ao sexo em si
Mito. Que eles adoram sexo oral é fato. Mas mesmo assim a penetração ainda é parte essencial de uma transa completa para os machos.

3. mulher que transa de cara não é pra casar
Verdade. Infelizmente, eles ainda exigem um padrão de “respeitabilidade”. Além disso, precisam conquistar para sentir desejo. Mas há exceções, claro.
4. homens não reparam na lingerie
Mito. Reparam, sim, senhora! E adoram quando a mulher capricha no visual para eles.

5. Preferem tomar a iniciativa para o sexo
Mito. Os rapazes adoram ser seduzidos. Por isso, não fique esperando: vez por outra, ataque!

6. homens querem sexo a qualquer hora
Mito. Eles também se cansam, se estressam e têm problemas. Tudo isso afeta o apetite sexual.

Thammy Gretchen pelada e muito gostosa

Thammy Gretche é uma mulher lindissima, mas, polêmica como a mãe Grethen, resolveu mudar de lado. Decidiu seguir sua sexualidade como lésbica e já teve vários relacionamentos com outras mulheres. Entre esses com a gostosa Julia Paes, que agora é cantora gospel, casada e se diz arrependida do passado como atriz pornô. Revejam neste ensio com a Thammy é deliciosa!















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja por assunto

gostosa (1861) nua (1103) buceta (999) mulher (766) pelada (673) loira (440) sexo (413) morena (383) sensual (313) seios (288) bumbum (249) peitinhos (239) sexo oral (234) fotos (211) atriz (191) ensaio (179) sexy (178) modelo (138) calcinha (134) sexo anal (132) posa (125) tesão (122) famosos (120) lingerie (120) novinha (109) playboy (106) fudendo (103) biquíni (97) moda (96) pelinhos (93) para (86) deliciosa (83) topless (82) transa (76) chupando (74) vídeo (71) transando (70) gozada (68) prazer (66) cavalgando (61) traição (56) Nude (54) cantora (54) faz (53) orgasmo (53) curvas (52) foto (50) paniquete (49) sem calcinha (48) mostra (46) na praia (45) lésbica (44) fetiche (42) boa forma (40) comportamento (40) gozar (39) fuder (38) garota (38) molhadinha (38) biquini (37) ex-bbb (37) musa (37) desejo (35) gozando (35) safada (34) panicats (33) corpão (32) exibe (32) panicat (31) nuas (30) praia (30) SEXO A TRÊS (29) virgindade (29) sexualidade (28) barra da tijuca (27) punheta (27) carnaval (26) esteve (26) no rio (26) para revista (26) é (26) amor (25) posou (25) porra (24) astrologia (23) foi (23) apresentadora (22) fez (22) nicole bahls (22) FLAGRA (21) masturbação (21) beleza (20) sensualidade (20) top (20) pagando calcinha (19) Sabrina Sato (18) funkeira (18) baiana (16) nana gouvêa (14) vibrador (13) piu piu (6) time (6) umbanda (6) Barbara Rossi (2) delicia (2) piroca (2) Pixie Lott Upskirt (1) tons (1)